domingo, 21 de abril de 2013

“Crianças falam sobre Inclusão”- 2º Ano C–Prof.ªDirce

clip_image001Durante a III Semana da Inclusão-2012, o 2º Ano C (turma inclusiva), matutino, trabalhou com o tema, através de um projeto da professora Dirce, que ao  término, os alunos falavam das diferenças e da inclusão com muita naturalidade e espontaneidade mostrando que os objetivos da professora foram alcançados além das expectativas.

Projeto Inclusão –“Como Vejo a Inclusão”clip_image002

Tema Transversal: Inclusão e Valores - Neste projeto foi trabalhado também, em Língua Portuguesa: gêneros literários, leitura, escrita, interpretação, vogais e consoantes (em LIBRAS), construção de palavras, sinônimos; Psicomotricidade: esquema corporal; Artes: confecção de bonecos.

Objetivo

Sensibilizar os alunos, em classe, para um novo olhar sobre “as diferenças”, resgatando a cidadania e a inclusão da diversidade.

Justificativa

A escola inclusiva deve assegurar integração do aluno na sala de aula, na escola e posteriormente no meio social, respeitando suas necessidades educacionais e sociais.

Desenvolvimentoclip_image003

Duração: 17 a 21/09/2012 - 1 hora aula

17/09/2012

Após a abertura da Semana da Inclusão

1-Provocar discussão em sala de aula:

  • O que é ser especial
  • Você conhece alguém especial?
  • Quais as dificuldades que uma pessoa especial enfrenta?

2-Visualizar a própria imagem no espelho

3- Leitura da literatura infanto-juvenil “Nico”clip_image004

“Nico”

Autora: Amanda Strausz

Editora Larousse

Zuzu adora seu amigo Nico, mas a turma toda fica zoando dele. Só porque ele é diferente...
Tudo que ela queria é saber por que o Nico é desse jeito. Ela saiu perguntando pra todo mundo e percebeu que Nico não era tão diferente assim...

  • Após a leitura, interpretação e comentários.
  • Fazer o autorretrato para comparações.
  • Explorar a diversidade racial: índio, negro, branco.
  • Conclusões em forma de expressão oral.clip_image00518/09.

Após a leitura do livro “Balançando Sonhos”, interpretação e comentários.

do autor: Salvador Barletta Nery - Editora do Brasil

Balançando Sonhos retrata de forma poética a questão do excepcional. O autor desvenda o misterioso mundo de seu irmão que, no balanço da goiabeira, alegra a vida da família com sua silenciosa e especial presença.

  • Discussão sobre o conhecimento da linguagem de sinais.
  • Conhecendo o alfabeto da Língua de Sinais- “LIBRAS”.
  • Representar através da língua de sinais: as vogais e consoantes.
  • Construção e sinônimos das palavras: amor, paz, união, diferença.
  • Confecção de bonecos com retalhos de papel.
  • Conclusões.
  • Sentimentos diversos:
  • clip_image006

clip_image007clip_image008

19/09

1-Leitura e interpretação do poema: “O direito de ser Diferente” do autor Pedro Bandeira.

2- Após assistir ao filme “Óleo de Sorenzo”, cujo enredo fala de.

Um garoto que levava uma vida normal até que, quando tinha seis anos, estranhas coisas aconteceram, pois ele passou a ter diversos problemas de ordem mental que foram diagnosticados como ALD, uma doença extremamente rara que provoca uma incurável degeneração no cérebro, levando o paciente à morte em no máximo dois anos. Os pais do menino ficam frustrados com o fracasso dos médicos e a falta de medicamento para uma doença desta natureza. Assim, começam a estudar e a pesquisar sozinhos, na esperança de descobrir algo que possa deter o avanço da doença.

Provocação de discussão;

Pessoas que nascem com necessidades especiais pessoas que adquirem se tornam especiais.

Após a leitura e interpretação do livro “A Galinha e a Pata/ iguais e diferentes-(Ribeiro, Verenice Leite, Constança de Almeida- Editora Formato),

clip_image009Em "A Galinha e a Pata", as autoras mostram as principais características das aves, do ovo ao esqueleto, de forma simples, direta e curiosa. O entrosamento entre a imagem e o texto permite que a criança conheça a linguagem da ciência através de observações e comparações.

fazer uma representação através de desenho – ilustrar um trecho do livro.

Nesta aula: ensaio da peça que será apresentada na Semana da Inclusão:

“Criança Especial também Brinca” Esta peça foi criada pela professora .

20/09

Literatura (motivadora) “Meu Amigo Down”- interpretação e comentários -

Autora: Claudia Werneck

clip_image010. Este livro contém histórias narradas por um menino que não entende bem por que seu amigo com síndrome de Down enfrenta situações tão delicadas.

  • Provocar discussão: entendo o livro que li.clip_image011 clip_image012
  • Trabalhando com interpretação escrita e ilustração: trecho do livro “Maria Noite, Maria Dia”, enfocando a linguagem Braille.
  • Vivenciando a experiência de alguém com dificuldades visuais – veja o vídeo.

  • Após toda a riqueza de informações e leituras em torno das diferenças, pessoas com necessidades especiais o projeto foi finalizado com a interpretação da “Oração da Criança Especial”.

Professora Dirce José da Silva - parabéns pelo projeto e pela simplicidade com que seus alunos contam histórias de deficiências e inclusão. Ficou bem nítido em suas falas como se compadeciam das pessoas portadoras de necessidades especiais e principalmente o fato de muitas delas não estarem na inclusão social. De todo trabalho realizado, percebe-se a sensibilidade que cada demonstrou e ao contrário, em vez de uma série de repetições sobre inclusão bem sucedida, expressaram a exclusão de amigos e familiares, identificando suas necessidades e as possibilidades de serem incluídos e viverem como todas as pessoas, em sociedade. Este foi um verdadeiro trabalho de sensibilização, conscientização e conclusão de alunos, ainda tão pequenos, sobre as condições de vida dos seres humanos e o que cada de nós: família, escola, comunidade pode fazer para minimizar as dificuldades dos que possuem necessidades especiais.

No vídeo, na simplicidade dos relatos ficou bem claro estes sentimentos: os sentimentos que devem estar presentes na inclusão social, e que muitos ainda não foram privilegiados com eles, mas que com certeza, se depender de cada um dos alunos do 2º ano C que vivenciaram as experiências desse projeto, a inclusão vai acontecer com toda simplicidade e naturalidade, a forma como perceberam as diferenças.

Parabéns à professora Dirce e aos alunos do 2º ano C - matutino!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este espaço virtual educativo, publicando as atividades da Escola, ficará mais rico com seu comentário, sugestão ou crítica. Deixe sua mensagem e volte sempre. E obrigada pela visita!