domingo, 21 de abril de 2013

Varal de História: dos” Contos de Fadas ao Mundo Moderno”-Oficina de Orientação à Sexualidade para turma de 1º Ano – SEAA

DSC03651

A Equipe de Apoio à Aprendizagem, recebe um pedido de oficina à uma turma de 1º Ano, sobre sexualidade. São alunos na faixa etária de 6 anos , em que um aluno assusta toda a turma com manifestações precoces de sexualidade: brincadeiras, imitações ou descobertas?

Para que esta oficina fosse estruturada questões importantíssimas foram consideradas, para que a abordagem alcançasse os seus objetivos: redirecionar comportamentos inadequados em relação à sexualidade precoce, e/ou reprodução de comportamentos aprendidos, como por exemplo:

1. O comportamento do aluno configura manifestação de sexualidade precoce, descobertas ou apenas imitação, brincadeira?

2. Toda a turma foi envolvida neste episódio? A grande maioria já está manifestando comportamentos precoces de sexualidade/ou imitações e brincadeiras?

3. Qual a melhor abordagem: individual direta ou coletiva indireta?

4. Como abordar manifestações precoces de sexualidade sem levá-las às proporções maiores que o necessário?

5. Quando a participação da família será necessária nesta intervenção?

Além das bases estabelecidas a partir da análise destas questões foi necessário entender as vivências que estas crianças estão trazendo para o ambiente social da escola.

São grandes os desafios que a condição social da infância traz, na atual sociedade moderna, de onde os extremos vão desde o protecionismo exagerado à negligência absoluta, permeados de permissividade mal direcionada, ausência de regras e limites, acesso irrestrito ao uso da mídia onde o apelo sexual e a erotização estão presentes.

cre mcre tv

A socialização e educação das crianças, baseadas em valores específicos dos grupos familiares agora são delegadas à revelia de diversos seguimentos públicos, onde a diversidade de influências acaba produzindo “crianças- miniaturas–de-adultos”, gerando comportamentos incompatíveis com o desenvolvimento físico, mental e emocional.

Assim as crianças chegam à escola: sinalizando a necessidade de um redirecionamento educativo para o qual os professores não estão preparados, pois as situações de aprendizagem que necessitam estão fora do ambiente da escola, principalmente alunos das séries iniciais, que ainda estão passando pelo desenvolvimento da infância em que os aprendizados acontecem naturalmente no cotidiano do ambiente familiar.

Uma abordagem através da dinâmica “Varal de Histórias” partindo de um conto de fadas : “A Princesa Yasmin viaja pelo Mundo Moderno” leva as crianças à identificar os papeis sociais dos indivíduos em suas várias fases de vida, com o foco – “crianças versus adultos” – em relevância os dois papéis sociais, enfatizando que a vida da criança e o que ela pode e deve fazer é muito mais divertido e preferível do que os de outras fases da vida, para crianças enquanto crianças. Traçando paralelos e trabalhando os valores: reforçando comportamentos adequados sem que as manifestações da sexualidade sejam colocadas como o foco principal e sem conotações negativas.

DSC03714 DSC03719

Varal de Histórias A Princesa Yasmin viaja pelo mundo moderno”

Sinopse da história: Uma pequena princesa muito triste pela perda da mãe, a Rainha, e a tristeza do pai, o Rei, que além de perder a esposa vê seu reino ser destruído pela guerra. Visitada pela fada madrinha Pilim-Pilim que se oferece para amenizar a tristeza da menina realizando um desejo. O desejo da princesa era saber como viviam as pessoas em mundos mais distantes, os chamados mundos modernos.

E assim as duas partem para uma longa viagem e chegam á uma pequena cidade, entram numa casa onde mora uma família e a fadinha começa sua aula mostrando como cada um dos personagens desta família vive.

Objetivos:

Favorecer meios em que os alunos possam identificar e discriminar comportamentos adequados que os indivíduos passam a adquirir nas diversas fases de vida, desde o nascimento à velhice.

Objetivo específico:

Mediar a compreensão de que é possível conhecer várias formas de comportamentos e atitudes, sendo que cada um deve se comportar de acordo com o seu desenvolvimento.

Estratégia

Os alunos participaram da  aula/oficina, na sala da Equipe (SEAA), onde há um mural do projeto “Contos de Fadas”, com a finalidade de estarem num ambiente em que o tema escolhido para o Varal de Histórias fosse propício e motivador.

DSC03642

Material para O Varal de Histórias (previamente preparado):

1. Duas primeiras representações, no varal: a Fada e a Princesa e cinco faixas de E.V.A contento apenas os títulos: BEBÊ, CRIANÇA, JOVEM, ADULTO e IDOSO (dobradas ao meio e presas com clips);

2. Banco de Imagens – com palavras chaves impressas e coladas - representativas de comportamentos sociais das fases:

DSC03793 DSC03796 DSC03798

DSC03800 DSC03802

· BEBÊ – chupeta, dormir, chorar, mamar, brincar, crescer...

· CRIANÇA – estudar, jogar bola, soltar pipa, brincar, comer, dormir, crescer, videogame, ser feliz...

· JOVEM – estudar, passeios, baladas, esportes, competições, olimpíadas...

· ADULTO – namorar, casar, ter filhos, trabalhar, beber (bebidas alcoólicas), dançar...

· IDOSO – descansar, dormir, cantar, passear, cuidar dos netos...

· Alfinetes ou percevejos para fixar as imagens em cada faixa;

DESENVOLVIMENTO

1- A dinamizadora da oficina abre as cortinas do mural Contos de Fadas, anunciando com entonações de voz condizentes com as palavras que pretendem levar as crianças a esquecer o mundo que os cerca, e entrar no mundo mágico da fantasia e sonhos, dos reinos distantes onde habitam os reis, as rainhas, as princesas, a fadas, os príncipes, os sapos encantados... mas também as bruxas, as feiticeiras más, os dragões...

2- Após abrir as cortinas –é narrada a história da princesinha Yasmin e sua fada madrinha que para não vê-la tão triste oferece para satisfazer qualquer desejo que quiser. E a Princesa deseja conhecer outros mundos onde as pessoas vivem de formas diferentes de todos os reinos que conhece, e estudar a vida destas pessoas. Isso vai ajudá-la muito, e ela ainda poderá aprender muitas coisas boas sobre a vida das crianças deste mundo e trazer as novidades para as crianças do seu reino.

DSC03641 DSC03655

E assim começa a viagem e elas chegam á uma cidade onde as casas são pequenas e muito próximas umas das outras. A Princesa escolhe entrar numa casa de onde, ao longe se ouve o choro de um bebê, curiosa porque chora esse bebê, entram e encontram: um bebê chorando num berço, a mãe preparando o café da manhã, o papai se preparando para ir trabalhar, duas crianças vestindo o uniforme do colégio, dois jovens prontos com as mochilas nas costas e o vovô e a vovó ainda dormindo. Curiosa Yasmin quis saber tudo sobre os bebês... depois sobre as crianças, sobre os jovens, os adultos e por fim sobre os idosos...

3- E aí a dinamizadora relatando a história, os diálogos entre a fada e a princesa, provocando a participação dos alunos no enriquecimento dos papeis de cada um, colando as imagens (com percevejos), lendo as palavras- chaves.

4- Colocando Imagens e interagindo com as crianças no varal de histórias, intercalando conto e intervenções:

DSC03796Exemplo: na faixa CRIANÇAS

Após cada imagem adicionada: o porquê de cada atividade, o que mais as crianças fazem, sempre comparando com o bebê: crianças usam fraldas? Usam o “troninho”, chupam chupetas, precisam chorar? Por quê? (essas intervenções são muito importantes porque há crianças no 1º ano que ainda fazem uso de chupeta, mamadeira, e fraldas noturnas...). provocando o senso crítico (pela auto-apreciação de serem crianças) de que ser criança é melhor que ser bebê, ser jovem, ser adulto...

Importante: quando chegar à faixa dos adultos está o foco indireto do objetivo da aula/oficina – sexualidade- quando surgem os papeis dos adultos e são comparados pelas atividades das crianças, enfocando o que não pode e que ser criança ainda é melhor.

Veja:

DSC03800ADULTO: namorar, casar, ter filhos, trabalhar, dançar, beber (bebidas alcoólicas), intervenção: adultos podem beber? Podem. Mas podem beber muito, ficar bêbados, chegar em casa quebrar tudo, bater na mulher e nos filhos? Não. (sempre que surgir os temas trabalhar os valores); sempre relacionando com as atividades das crianças, o que podem e o que não podem e sempre enfatizando que ser criança é ainda melhor. Neste ponto a dinamizadora faz uma intervenção importante: “se uma criança assistir um filme de adulto ou ver os pais ou algum outro adulto namorando ou fazendo alguma coisa que somente o adulto pode fazer, esta criança pode fazer só porque viu e aprendeu?” No final, nas faixas provocará a conclusão dos alunos: QUAL O MELHOR MOMENTO EM QUE VIVEMOS? QUANDO SOMOS BEBÊS, JOVENS, ADULTOS OU IDOSOS? Como foi muito enfatizado o momento da faixa da criança e a Princesinha encantada disse estar anotando tudo para levar para as crianças do seu reino…  fazer com que elas aplaudem cada atividade divertida das crianças, elas vão concluir que é melhor ser criança e fazer coisas que crianças fazem, que crianças são mais felizes.

Atividade de Expressão – Sentimentos e Arte

As crianças recebem uma folha divida ao meio por uma linha vertical, onde no primeiro espaço da folha no sentido horizontal (à esquerda), há imagem de crianças com a palavra CRIANÇA e no segundo espaço (a direita da folha) a imagem de um casal de adultos, onde será solicitado que as crianças expressem através de desenhos, com palavras e até frases (como quiserem) o que elas descobriram: “o melhor que as crianças podem fazer” e o que "somente os adultos podem fazer”. O varal já estará dobrado novamente para evitar que as crianças copiem as imagens e deixem a imaginação e os sentimentos exteriorizarem. Prá evitar que uns copiem uns dos outros, haverá prêmios para os melhores (escolhidos pelos próprios alunos).

DSC03701 DSC03708 DSC03703

AVALIAÇÃO

O comportamento posterior a esta aula/oficina determinará se essa intervenção foi suficiente. Caso os comportamentos se repitam, é o momento de chamar a família e se necessário uma “escuta” ao aluno com a intervenção direta.

Por: Júlia Virginia de Moura – SEAA - Pedagoga

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este espaço virtual educativo, publicando as atividades da Escola, ficará mais rico com seu comentário, sugestão ou crítica. Deixe sua mensagem e volte sempre. E obrigada pela visita!