segunda-feira, 22 de abril de 2013

IV Coordenação Coletiva Especial - Aspectos Textuais no Caderno de Caligrafia - 4º e 5º Anos

Na IV Coordenação Coletiva Especial da Escola Classe 02 do Arapoanga, esta sugestão de atividade, dando uma “cara nova”, ressignificando velhas práticas pedagógicas, como o caderno de caligrafia,foi apresentada pelo Coordenador Prof. Ronaldo, que demonstrou aos professores como ressignificar uma antiga prática pedagógica, com outros ganhos além do desenvolvimento da caligrafia, como trabalhar o texto em seus aspectos textuais como: construção de palavras, frases e períodos, coesão e coerência, vocabulário, parágrafo, gênero assim como os aspectos gramaticais, ortografia, acentuação, pontuação, concordância, forma, legibilidade e estética.

O professor realizou com os professores uma atividade do “uso do caderno de caligrafia” para alunos de 4º e 5º Anos. Lembrando que todos os aspectos textuais que podem ser trabalhados no caderno de caligrafia, devem seguir uma sequência, como vai ser demonstrado, e é muito importante que todos estes aspectos textuais sejam trabalhados, no máximo 2 (dois) de cada vez. Veja o passo a passo:

1º – Ditado – o professor escolhe um texto pequeno, significativo, contendo diálogos, para que sejam trabalhados: Título, parágrafo, letras maiúsculas, travessão, pontos de interrogação, exclamação, final; vírgulas, reticências…

O ditado deverá ser transcrito pelos alunos no caderno de caligrafia. O professor deve antes dos alunos desenvolverem esta atividade, ter realizado uma similar coletiva, com uma folha pautada (caligrafia) em papel gráfico fixada na lousa, explicando de que forma o trabalho será feito, no caderno, individualmente. E durante a atividade já, então conhecida pelo aluno, o professor deverá levar uma folha pautada (caligrafia) com o texto sem a pontuação para ser pontuada após a atividade já ter sido realizada pelo aluno: intervenção/correção.

neste modelo

                                                        ou neste >   

Em seguida o professor começa o ditado, sem que seja solicitado a pontuação.

2- Ditando novamente, o professor faz uma leitura com entonação evidenciando a pontuação e o diálogo e solicita aos alunos que pontuem o texto.

3- Após esta atividade, o professor vai pedir que o aluno coloque a pontuação adequada. Se o grau de dificuldades, ou em caso de estar introduzindo um novo aspecto textual, como por exemplo: algum tipo de pontuação, concordância… qualquer aspecto textual pode ser trabalhado ou introduzido através do caderno de caligrafia ao mesmo tempo que o professor vai promover ao aluno a legibilidade e estética.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este espaço virtual educativo, publicando as atividades da Escola, ficará mais rico com seu comentário, sugestão ou crítica. Deixe sua mensagem e volte sempre. E obrigada pela visita!